Parsons homenageia atletas dos Jogos Paralímpicos de Inverno, nomeando-os de campeões da paz

Parsons homenageia atletas dos Jogos Paralímpicos de Inverno, nomeando-os de campeões da paz

Em meio ao turbilhão de acontecimentos que marcaram o mundo durante a realização dos Jogos Paralímpicos de Inverno Pequim 2022, o presidente do IPC revelou o desejo de que líderes mundiais se inspirem no evento

Por Geoff Berkeley / Inside The Games
14 de março de 2022 / Curitiba (PR)

Durante a Cerimônia de Encerramento, o presidente do Comitê Paralímpico Internacional (IPC) Andrew Parsons prestou homenagem aos atletas referindo-se a eles como campeões da paz, reiterando que espera agora que os líderes mundiais sejam inspirados. A cerimônia aconteceu no domingo (13), e marcou o final de uma celebração pela paz em meio a tempos de guerra, visto que a Rússia violou a Trégua Olímpica e permaneceu atacando a Ucrânia durante a realização dos Jogos.

Parsons, inclusive, disse estar horrorizado com o que está acontecendo no mundo, demonstrando determinação em elogiar os esforços dos atletas nos últimos dez dias. “Durante os momentos mais difíceis, as performances brilharam. Ao invés de confiarem na história, vocês a fizeram. No gelo e na neve, nós tivemos momentos de magia e deleite e, diante das adversidades, vocês nos mostraram força, nos emocionaram, surpreenderam e inspiraram. Com determinação, coragem e habilidade, nos foram demonstrados novos níveis de resiliência e respeito. Como faróis de esperança e campeões da paz, suas ações falaram muito mais alto do que palavras.”

A vice-prefeita de Milão, Anna Scavuzzo, e o prefeito de Cortina, Gianpietro Ghedina, agitam a bandeira paralímpica enquanto o presidente do IPC, Andrew Parsons, assiste © Getty Images

“Nas Vilas Paralímpicas havia diferentes nações, visões e habilidades, e as diferenças, aqui, não nos dividiram. Pelo contrário, nos uniram, mostrando que estamos juntos por um futuro compartilhado. O sentimento de esperança faz parte da experiência humana, por isso, a humanidade espera viver em um mundo em que prevaleça o diálogo”, continuou Andrew Parsons em seu discurso durante o encerramento dos Jogos.

Além dele, o presidente de Pequim 2022, Cai Qi, também destacou a “vontade de aço” e o “poder de tenacidade e coragem” dos atletas nesses Jogos, que estão sendo disputados sob estritas medidas de combate contra o coronavírus. O biatleta Vitalii Lukianenko recebeu a honra de ser o porta-bandeira da Ucrânia no Desfile das Nações depois de ganhar duas medalhas de ouro e uma de prata.

Porta-bandeiras se reúnem no centro do Estádio Nacional de Pequim durante a Cerimônia de Encerramento © Getty Images

A vice-prefeita de Milão, Anna Scavuzzo, e o prefeito de Cortina, Gianpietro Ghedina, receberam a bandeira paralímpica do prefeito de Pequim, Chen Jining, enquanto Cortina e Milão se preparam para sediar os próximos Jogos Paralímpicos de Inverno em quatro anos. A Cerimônia de Encerramento terminou com o reaparecimento do toca-discos quando a pequena Chama Paralímpica situada no Caldeirão em forma de floco de neve foi lentamente extinta antes que uma espetacular queima de fogos iluminasse o céu.

A anfitriã China desfrutou de seus melhores Jogos Paralímpicos de Inverno de todos os tempos, liderando o ranking de medalhas com 18 ouros, 20 pratas e 23 bronzes.

banner fiore

Outras Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *