Atletas da Rússia e Bielorrússia poderão participar dos Jogos Paralímpicos de Pequim 2022 sob bandeira do IPC

Atletas da Rússia e Bielorrússia  poderão participar dos Jogos Paralímpicos de Pequim 2022 sob bandeira do IPC

A decisão é de que os atletas russos e bielorrussos podem participar de Pequim 2022, desde que representando o IPC, e não seus países de origem

Por Owen Lloyd / Inside The Games
3 de março de 2022 / Curitiba (PR)

O Comitê Paralímpico Internacional (IPC) determinou que os atletas russos e bielorrussos poderão participar dos Jogos Paralímpicos de Inverno de Pequim 2022, porém, somente como atletas neutros, ou seja, utilizando a bandeira do próprio comitê. Além de competirem sob a bandeira paralímpica, eles não serão inclusos no quadro de medalhas. Motivado pela invasão da Rússia na Ucrânia.

Os membros do IPC também serão convidados a decidir se os dois Comitês Paralímpicos Nacionais serão suspensos ou eliminados. Contudo, até novo aviso, já está determinado que o Comitê Paralímpico Internacional não realizará nenhum evento nos dois países. As delegações foram instruídas a cobrir os símbolos e bandeiras nacionais em seus uniformes durante as cerimônias oficiais e competições esportivas.

Os oficiais técnicos da Rússia e de Belarus serão listados como neutros sob a bandeira paralímpica, assim como os técnicos dos países que estão envolvidos com outras equipes. “Quando decidimos quais ações deveriam ser tomadas, foi fundamental que nós trabalhássemos para permanecermos politicamente neutros dentro daquilo que estabelece o Manual do IPC”, reiterou Andrew Parsons, o presidente do IPC.

O presidente do IPC na cerimônia de encerramento dos Jogos de Tóquio 2020 2022 © Matsui Mikihito / CPB

“A neutralidade está ancorada na crença de que o esporte tem o poder transformador de superar as nossas deficiências e convocar, dentro de nós, o melhor da nossa humanidade, ainda mais em tempos sombrios como os que estamos vivendo. O que decidimos, portanto, é a punição mais severa que podemos aplicar dentro da nossa constituição e das regras atuais do IPC. Após Pequim 2022 iremos determinar se qualquer violação da Trégua Olímpica para futuros Jogos Paralímpicos pode levar a uma possível suspensão ou rescisão de um Comitê Paralímpico Nacional.”

Ao contrário da Bielorrússia e da Rússia, a Ucrânia poderá competir, apesar das dúvidas sobre o país enviar uma delegação aos Jogos. O IPC confirmou que uma equipe com 20 atletas e nove guias viajou para a capital chinesa para competir. Eles devem participar do biatlo e do esqui cross-country, os dois esportes em que a Ucrânia conquistou todas as 22 medalhas, incluindo sete de ouro, em Pyeongchang 2018.

O IPC também realizará uma coletiva de imprensa em Pequim sobre a crise na Ucrânia, que contará com a presença de Parsons, do vice-presidente Duane Kale, do presidente do Conselho de Atletas Jitske Visser e do diretor de marca e comunicação Craig Spence.

Outras Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *