Sport Clube Corinthians tem dívida de mais de R$ 40 milhões em relação a FGTS de funcionários

Sport Clube Corinthians tem dívida de mais de R$ 40 milhões em relação a FGTS de funcionários

Clube não recolhe Fundo de Garantia desde 2019; Timão culpa ‘problemas de fluxo de caixa’ para não pagar

Por Victor Martins / Torcedores.com
15 DE AGOSTO DE 2021 / CURITIBA (PR)

A situação econômica do Corinthians não é das melhores, com diversas dívidas e complicações. O mais novo problema que surge é o fato de que o clube tem uma dívida milionária com funcionários relativa ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Segundo o Uol Esporte, o Timão deve mais de R$ 40 milhões de pagamentos do Fundo de Garantia dos funcionários. As informações apontam que os valores não são pagos desde 2019 a vários dos integrantes e ex-integrantes do quadro de empregados corintianos.

O clube costuma pagar o FGTS integral assim que os funcionários encerram seus contratos com o Corinthians. Há a possibilidade destas dívidas poderem ser contestadas judicialmente, já que o Pagamento do fundo entre os meses de maio a agosto de 2021 foi suspenso por ordem de uma Medida Provisória que permite a suspensão do pagamento do direito neste período por causa da situação financeira das empresas derivada da pandemia do coronavírus.

Oficialmente, no balanço financeiro apresentado, o Corinthians teria dívidas de R$ 36,59 milhões com FGTS dos funcionários, e no balancete de abril, as dívidas ligadas a encargos sociais (além do FGTS, incluem Imposto de Renda, PIS e INSS, além de outros pagamentos) já passariam dos R$ 170,26 milhões.

Em nota, o clube afirma que o não-recolhimento do Fundo de Garantia é oriundo de ‘problemas de fluxo de caixa’ iniciados com a pandemia e que ‘trabalha para quitar os compromissos quanto antes possível’

banner fiore

Outras Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *