CBDU reafirma parceria com atletismo brasileiro

CBDU reafirma parceria com atletismo brasileiro

O vice-presidente da CBDU Alim Maluf Neto reforçou o planejamento da realização do Troféu Adhemar Ferreira da Silva em 2022 e anunciou a inclusão da matéria atletismo em cursos da Universidade CBDU

Fonte CBAt
7 de setembro de 2021 / Curitiba (PR)

O vice-presidente da Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU) Alim Maluf Neto esteve no Campeonato Brasileiro Loterias Caixa sub 23 para reafirmar a parceria assinada entre a entidade e a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), assinada em abril deste ano.

CBAt e CBDU fecharam um termo de parceria com o propósito de desenvolver e aperfeiçoar ações de interesses convergentes entre as duas entidades na gestão do atletismo brasileiro. O presidente do Conselho de Administração da CBAt Wlamir Motta Campos esteve na CBDU, em Brasília, em 28 de abril, para assinar a parceria com o presidente da entidade Luciano Cabral.

“Essa parceria é muito importante para construir pontes entre o esporte de alto rendimento e o educacional e para dar a chance de os atletas terem uma dupla carreira, ter um pós-carreira e, além disso, termos competições em conjunto”, afirmou Alim Maluf Neto, que visitou e elogiou as instalações do Centro Nacional Loterias Caixa de Desenvolvimento do Atletismo (CNDA), em Bragança Paulista.

O representante do esporte universitário também informou que haverá a matéria atletismo em curso da Universidade CBDU (plataforma online de cursos livres, ambiente de aprendizagem para disseminar conhecimento). “Essa parceria não vai ser só focada nas pistas, mas também teremos a educação”, reforçou Alim Maluf Neto. Acrescentou que o atletismo é um dos “carros-chefes” dos Jogos Mundiais Universitários, novo nome da Universíade, que seriam em 2021, mas foram adiados para 2022, em Chungdu, na China, por causa da covid-19.

Wlamir lembrou de alguns campeões da Universíade, como a campeã olímpica Maurren Higa Maggi, o velocista Robson Caetano, Rosemar Coelho Neto e Fabiano Peçanha, que foi bicampeão mundial universitário. “O próprio Alison dos Santos foi medalhista nos 400m com barreiras na última Universíade”, frisou Alim Maluf Neto. “A CBDU e a CBAt estão lado a lado nesse projeto de desenvolvimento e vamos agora, no próximo ano, reativar a mais tradicional competição do atletismo universitário, que é o Troféu Adhemar Ferreira da Silva”, acrescentou.

banner fiore

Outras Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *